Manuais de Caligrafia norte-americanos do séculoo XIX


O estilo de escrita cursiva mais comum nos Estados Unidos e na Inglaterra, tendo-se em consideração um ensino de nível menos popular, foi certamente uma derivação da escrita comercial, ou Copperplate, inglesa. Forjou-se, no entanto, nos Estados Unidos, em fins do século XIX, variações rebuscadas desta caligrafia, desenvolvidas por calígrafos como Zaner e Spencer, naquilo que convencionamos chamar de estilo spenceriano.

Os manuais, alguns com centenas de páginas, ensinando estes estilos rebuscados junto com maneiras de educação, etiqueta e cortesa sociais, prosperaram então, na Inglaterra e EUA vitorianos. Estamos para receber uma série de itens desta natureza aqui na Intellecta, principalmente pelo interesse em alfabetos (estes manuais os tinham em profusão) e capitais vitorianas decorativas e altamente ornamentais.

Estes nomes, ainda que aparentemente nobres, são parentes muito proximos da escrita cursiva aprendida nas escolas ainda hoje, em paises ocidentais, e caligrafia esta, que voce, se tem lá seus quase 40 anos, como eu, deve ter aprendido nos antigos “cadernos de caligrafia”.

sim, embora as versais (maiusculas) da escrita Copperplate não sejam fáceis para qualquer mortal desenhar, suas minusculas sofreram pouquissima evolução até os dias atuais, sendo de fato quase sem retoques, as minusculas – se bem desenhadas – de hoje em dia.

estes “cadernos de caligrafia” que usamos na velha escola são descendentes diretos de ancestrais como este que temos aqui para voce (se quiser adquiri-lo). um caderno de caligrafia utilizado por volta de 1800 por um certo Lommic van Obevesen, em Nova York, provavelmente descendente de holandeses como muitos daquela cidade então. o estilo, em se tratando de um método prático, e menos rebuscado, tem maiusculas claramente zanerianas e minusculas mais a copperplate. Nosso Obevesen não era um aluno muito diligente, embora eu pense que ele ainda ia melhorar – afinal este caderno trazia a quinta lição de uma série de doze, contempladas no “Payson, Dunton and Scribners National System of Penmanship – In Twelve Numbers”, estes sim, os Payson & Dunton, caligrafos e instrutores de primeira, reconhecidos até hoje na história da caligrafia e ensino caligráficos. Nosso menino Obevesen era mesmo um pouco displicente, tendo derramado tinta em várias páginas de seu livro, sem contudo comprometer a leitura em nossos dias. A contracapa apresenta um rasgo de 1/5, mas não podemos culpa-lo, afinal, outro pode tê-lo feito. este livro, e outras raridades do período, pertenceram originalmente a uma família descendente direta de um soldado da Guerra de Independencia americana, morto em 1794, como pesquisamos no material que recebemos: “Schoharie County New York. Family name was Ruth Dietz Vrooman Wadsworth. Note single paper inside of of the book indicate that she is a lineal descent from a Revolutionary War Soldier if that area, died in 1794. “

Preço: US$ 15,95, na Ebay, ou mais. Para clientes no Brasil, apenas R$ 29,90, com frete gratuito

This is a 1881 Penmanship Calligraphy Lesson Book belonging to Lommic Van Obevesen (name in the cover). He was a student at the District 6 school. Where.This softcover book has a practice sentence at the top. Below practice in pen 13 x is his penmanship work. 20 pages measuring 8 x 7. In very good clean condition.

The lesson teaching to writing in a easy and single mixed Copperplate and Spencerian style, but the student was not very diligent, I think. A good source to artists, calligraphers and typographers at general.

This book (when new and blank fields) was published by the famous Payson, Dunton and Scribners in your “National System of Penmanship – In Twelve Numbers” (this is the 5th Lesson) and printed and distributed by Potter, Answorth& Co, from New York and Chicago.

The hardcover is acceptable condition as noted in the photograph, while the back cover have a missing1/5 part. The pages are in good condition as pictured and all attached, but few have little ink spots,because, I say, the student was not a good boy. The spots does not obscure the text. No looser pages, all are attached. Complete, tight and in remarkably good shape for being a century old. This fantastic book measures 5 x 8″ overall and features 63 pages. Today it’s book and other volumes from this collection are very important for home school students, college students or anyone studying early american ways of writing at America. Vintage condition, especially considering the issue is over 115 years old.

This book was in a family in Schoharie County New York. Family name was Ruth Dietz Vrooman Wadsworth. Note single paper inside of of the book indicate that she is a lineal descent from a Revolutionary War Soldier if that area, died in 1794.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: