3 pessoas (4)

nosso “3 pessoas” de hoje vem ilustrado por Rick Geary. todos eles, artistas de filmes de terror da era clássica de Hollywood (existiu isto?)

1
Bela Lugosi

Béla Ferenc Dezsõ Blaskó, mais conhecido como Béla Lugosi, (Lugoj, 20 de outubro de 1882 — Los Angeles, 16 de agosto de 1956) foi um ator estadunidense nascido no então Império Austro-Húngaro, na região do Banat. O mais jovem dos quatro filho de um banqueiro, Béla Lugosi começou a sua carreira nos palcos da Europa em várias peças de William Shakespeare. Mas no entanto tornou-se famoso pelo seu papel de Drácula numa encenação da clássica história de vampiro de Bram Stoker. Durante a Primeira Guerra Mundial ele serviu como tenente de infantaria. Para mais informações sobre este grande astro dos filmes de horror, ver o filme Ed Wood do diretor Tim Burton. Neste filme, o diretor filma as últimas cenas deste astro já decadente. A Wikipedia em inglês tem um artigo mais extenso sobre Bela Lugosi. de brinde aí vai a música em vídeo do Bauhaus “Bela Lugosi is dead”.

2

Boris Karlof

Boris Karloff, nome artístico de William Henry Pratt, foi um ator londrino de filmes de terror. Nasceu em 23 de novembro de 1887 em Dulwich, Londres e faleceu a 2 de fevereiro de 1969 em Sussex. Projetou-se interpretando o monstro de Frankenstein em 1930, com isso se especializando em papéis de filmes de terror. Seu último trabalho foi em Targets (1968). Na internet voce encontra o site oficial do autor, mantido por seus descendentes.

3
Vincent Price

dos tres, o meu ídolo. assisti em infância, repetidas vezes, os filmes da série Dr Phibbs, os contos de Poe onde ele sempre aparecia (incluindo “Muralhas do Pavor”, que tenho em VHS), A Casa Amaldiçoada (the Haunted – baseada em O Caso de Charles Dexter Ward, de Lovecraft), A Mosca da Cabeça Branca, só para citar alguns. Segundo a Wikipedia:

Nascido em 27 de Maio de 1911 em Missouri, nos Estados Unidos, Vincent Price proveio de uma família rica, cercada por um ambiente cultural acima dos padrões e envolta em tradições antigas à moda européia. Não foi difícil para ele, pois, abraçar desde cedo a carreira de artista. Depois de passar pelo teatro, como é de praxe, pisa forte no cinema e ali se estabelece como um dos nomes mais importantes desde então. Sua trajetória é longa e inclui clássicos como “Museu de Cera” (1953), “A Mosca da Cabeça Branca” (1958), “A Casa Amaldiçoada” (1958), “Força Diabólica” (1959), além do criativo ciclo de adaptações de obras de Edgar Allan Poe dirigidas por Roger Corman na década de 1960, como “O Solar Maldito” (1960), “Mansão do Terror” (1961), “Muralhas do Pavor” (1962), “O Castelo Assombrado” (1963), entre outros que preencheram essa fase que talvez tenha sido a mais fecunda do ator. Nos anos 1970, porém, viriam mais algumas pérolas impagáveis que tornaram sua filmografia ainda mais rica, como “O Grito da Feiticeira” (1970), “O Abominável Dr. Phibes” (1971), “A Câmara de Horrores do Abominável Dr. Phibes” (1972), “As Sete Máscaras da Morte” (1973), “A Casa do Terror” (1974), entre muitos outros (neste último, ao lado do “cavalheiro do terror” Peter Cushing, Price faz deliciosas e divertidas brincadeiras com a própria carreira, numa autoparódia clássica; e o curioso é a melancólica canção que preenche os créditos finais, cantada adivinhem por quem?). Na década de 1980 se destacou o espetacular “Mansão da Meia Noite” (1983), que reúne, num só fôlego, os gigantes Peter Cushing, John Carradine, Vincent Price e Christopher Lee (o único ainda vivo). Esse filme, repleto de clichês e situações previsíveis, na verdade foi uma espécie de homenagem a esses atores que são a própria história do gênero horror no cinema; e foi o único que os uniu numa mesma produção. Em 26 de outubro de 1993 o cinema de horror perdeu um dos seus maiores artistas, o ator Vincent Price, que morreu aos 82 anos de idade com problemas de câncer no pulmão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: